Seguidores

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Tristeza nao sei nem por que...

Aflição


Ouço, aflito, o murmúrio agonizante da velha cascata
e rogo aos céus para que ela não acabe num
tênue fio!
Porque o carrasco Homem
segue indiferente devastando o já maltratado rio.
Pouco além das margens também ouço
o gorjeio melancólico da passarada,
que teima em sobreviver livre no que resta de
nossas verdes (?) matas!
E me pergunto:
Por quanto tempo desfrutarão dessa decadente liberdade
esses relutantes viventes?
Que, como nós, também são Entes...!
Com diferentes funções, é verdade!
O rio nutre a extensa cadeia alimentar...
Os pássaros – inocentes ao destino que lhes está
reservado – cantam felizes dando à vida bem estar.


4 comentários:

  1. bOA TARDE !!!

    lINDO !!! Adorei o visual do seu blog!!!

    Um lindo carnaval

    ResponderExcluir
  2. Obg para todos que visitaram o meu blog,e para os que não visitaram, por favor sintam-se convidados!
    Tenham uma Feliz Páscoa e que os bons espíritos os levem a um caminho de paz e sabedoria!
    Bjks

    OBS: Lindo Texto

    ResponderExcluir
  3. Muito bom. Tens que continuar a postar. Se tiver tempo, da uma olhada no meu - http://emcontosdesencontos.blogspot.com/

    ResponderExcluir